Cabeçalho PC

ESG NO AGRO: competitividade e produtividade

Agora que já contextualizamos sobre agenda global ESG, vamos entender como uma gestão ESG voltada ao Agro pode trazer benefícios para o seu negócio.


Essas três letrinhas vêm pautando discussões, balizando investimentos e ditando algumas regras no mercado e não é por acaso. A partir da implementação de boas práticas ESG, é possível se adequar as demandas e oportunidades globais e, ainda, alcançar boas referências para o Agronegócio. Podendo, também, ajudar na retenção e satisfação dos colaboradores e no aumento de receita com redução de custos. Além das possibilidades de acesso à linhas de investimentos exclusivas para o tema e com taxas de juros bastante atrativas.

Sustentabilidade ambiental: demanda global exige adequações, mas também gera oportunidades

É preciso considerar que o Brasil é um fornecedor de alta relevância no comércio global de commodities. Portanto, os players do Agronegócio devem se atentar às movimentações legais de seus principais compradores. É justamente nesse cenário que as questões da sustentabilidade ambiental se tornam estratégicas e fundamentais.


Mais do que o cumprimento de legislações nacionais, é preciso voltar os olhos para as demandas internacionais de forma a entender o cenário atual e as mudanças que estão delineando os próximos passos do mercado. Desta forma, é possível observar as oportunidades para além dos desafios e realizar as adequações necessárias para evitar possíveis sanções, por exemplo.


Temas como desmatamento, segurança hídrica, eficiência energética, neutralização ou mitigação das emissões de gases de efeito estufa, para minimizar a problemática das mudanças do clima, pegada de carbono e gestão dos resíduos, estão no topo dos diálogos e na proposição de leis internacionais – algumas já em vigor, outras, com potencial de aprovação a curto prazo.


Existem inúmeras ações voltadas à proteção ambiental que podem reduzir os custos e aumentar a competitividade das cadeias produtivas do Agro.


Essas práticas podem englobar desde a adoção de metodologias e sistemas atualizados, passando pelo uso eficiente dos recursos, como água, solo, energia e insumos, até a adoção de tecnologias que vão subsidiar a tomada de decisão para uma produção mais eficiente e ambientalmente mais responsável. Tudo isso pode resultar em certificações que vão valorizar a marca, gerando valor agregado e posicionamento frente aos stakeholders.

Soluções tecnológicas são excelentes aliadas para implementação de boas práticas ESG no Agro.


Conheça as soluções tecnológicas do PTI-BR


Relacionamentos humanos e impacto social positivo

Uma empresa de Agronegócio precisa preocupar-se com a retenção e satisfação de seus colaboradores, já que eles são a base da sua cadeia produtiva.


Em resumo, a retenção e a satisfação dos colaboradores no Agro dependem de uma combinação de fatores, incluindo boas relações humanas, leis trabalhistas adequadas e ações que vão garantir a continuidade dos negócios e a manutenção da qualidade dos produtos e serviços.

No cenário das cooperativas e associações, promover a valorização de cooperados e/ou associados e suas famílias é fundamental para as boas práticas sociais ESG.


Algumas medidas que podem ser implementadas para aumentar a retenção e satisfação dos colaboradores incluem:

  • Oferecer oportunidades de crescimento e desenvolvimento profissional, como treinamentos e programas de capacitação;
  • Prover um ambiente de trabalho seguro e saudável, preocupando-se com questões relacionadas à ergonomia e saúde dos funcionários;
  • Garantir salários justos e condições de trabalho adequadas, incluindo benefícios e condições de trabalho flexíveis;
  • Implementar políticas de igualdade de gênero e diversidade, valorizando e respeitando as diferenças entre os colaboradores;
  • Criar um ambiente de trabalho positivo e acolhedor, promovendo o bem-estar e a satisfação dos colaboradores.


No cenário das cooperativas e associações, promover a valorização de cooperados e/ou associados e suas famílias.


Além disso, é preciso se envolver com a comunidade local, investir em projetos sociais e ser transparentes em suas ações. Abrindo canais de diálogos e integrando os diferentes atores do território.


Estratégias de governança na estrutura organizacional

As estratégias de governança ESG são essenciais para garantir que a empresa esteja em sintonia com as preocupações e expectativas de seus stakeholders em relação a questões ambientais, sociais e de governança. Algumas estratégias incluem:

  • Inclusão da governança ESG nos objetivos estratégicos da organização;
  • Responsabilidade da alta liderança;
  • Criação de comitês ESG;
  • Integração dos princípios ESG nos processos de tomada de decisão;
  • Implementar políticas de igualdade de gênero e diversidade;
  • Comunicação clara e transparente.

A implementação efetiva dessas estratégias pode ajudar a empresa a alcançar seus objetivos ESG, aprimorar sua reputação e atrair investimentos.

O PTI-BR possui uma série de soluções tecnológicas para implementação de boas práticas ESG no Agro. Fale com um de nossos especialistas.

Quer saber como implementar essas boas práticas no seu negócio?
Fale com um nossos especialistas.

*Colaborou com esse conteúdo, Bruna Bechlin, analista de conteúdo PTI-BR